Loja Style Me – Moda Feminina e Acessórios Estilosos

Moda Feminina. Elegância ao seu alcance…


Deixe um comentário

Folklore: a tendência do Inverno 2018!

Olá, meninas!

Vamos ser sinceras, não tem nada melhor do que vestir roupas confortáveis, não é mesmo? E se tem uma tendência que permite o uso dessas peças é a Folklore. Provavelmente, muitas ainda não a conhecem por esse nome, e sim apenas por Folk. Se ainda assim você não conhece, fique tranquila. Ela, nada mais é, do que uma tendência que lembra bastante o Boho, bem mais conhecido e popular nos últimos tempos. A ideia principal é mixar, sobrepor e abusar das peças e detalhes artesanais, com bastante cor e estamparias.

 

 

Assim como o Boho, o Folklore preza principalmente pelas peças larguinhas e bastante coloridas. A diferença principal entre essas duas tendências é que o Folklore abrange muito mais detalhes e tipos de roupa, já que é uma mistura entre os estilos country, western, hippie, ou seja, é um conjunto de vários estilos e culturas que remetem ao espírito nômade e folclórico das tribos urbanas. Por isso que o nome dessa tendência é Folklore, que em nosso português significa povo, nação, tribo, folclore.

 

Uma das peças mais usadas nessa tendência é a saia longa estampada. O intuito dela é ser bem confortável, bem larguinha e garantindo um movimento ao look. Como essa moda é mais adequada à eventos informais, você pode combinar a saia com uma blusa básica lisa branca, preta, ou em alguma cor que esteja presente na estampa, vai do gosto de cada uma. Como a saia já é larga, o ideal para não sobrecarregar visual, é colocar uma blusa mais justinha e básica. A ideia serve também para as calças pantalonas, que também são boas opções para aderir o estilo folk.

Das principais características do Folklore, estão os detalhes artesanais. Como é um estilo que vem de povos urbanos, mais simples, muitas peças são todas feitas à mão ou possuem algum bordado ou detalhe feito através de trabalho manual. Uma opção são as blusas em crochê, que podem ser usadas com shorts jeans, calças, saias, tendo cuidado apenas com o volume do look como um todo. Também devemos lembrar daquelas blusinhas com mangas ou outras partes trabalhadas, com rendas, crochês e bordados. Se ela for com decote ombro a ombro, estilo ciganinha, melhor ainda, pois ficará mais perto do universo do Folklore.

 

 

Como o principal no Folklore é se sentir confortável, com roupas larguinhas, numa vibe despojada e “não vou me importar com a opinião dos outros”, as batas e túnicas também são bastante usadas. Se elas tiverem um comprimento mais longo, podem ser usadas até como vestido. Se não forem tanto, podem ser combinadas com calças flare, ou qualquer outra peça tão confortável quanto. Para parecer ainda mais com o estilo, a ideia é pegar estampas bastante vibrantes, com elementos geométricos, étnicos e boêmios.

 

 

 

 

Dentro desse estilo também aparecem diversas peças em tecidos rústico, como a camurça e o suede, por exemplo. Essas roupas, principalmente se forem em cores terracota, também são a cara do Folklore. E, é claro, não podemos nos esquecer das franjas, sempre presentes nos armários dos adeptos dessa tendência. Pode colocar franja em tudo, blusas, casacos, vestidos, o que quiser. Só devemos ter cuidado com o local que você deseja colocar volume no look, já que as franjas causam exatamente esse efeito.

 

 

 

E aí, prontas para arrasar com o Folklore?

Beijos,

www.lojastyleme.com.br

Anúncios


Deixe um comentário

Slip Dress no inverno? Pode sim!

E aí, meninas!

Já está mais do que claro para todo mundo que o slip dress chegou há uns dois anos para o verão 2017 e simplesmente caiu no gosto de grande parte das mulheres. A peça, na verdade, surgiu nos anos 90, quando atrizes hollywoodianas e modelos, como Kate Moss, passaram a usar o vestido larguinho, de alça fina e que mais se parecia com uma camisola, nos mais diversos eventos, desde o street style e até em tapetes vermelhos. A ideia de hoje continua a mesma, o slip dress continua sendo super versátil e pode se adaptar à praticamente todas as ocasiões. E antes que perguntem, sim, ele pode e deve ser usado no inverno! Como ele pode ser usado de mil e uma maneiras, ele pode também ser adaptado ao frio!

 

 

 

 

A opção mais fácil e mais usada é a sobreposição do slip dress com uma blusa de frio. Pode ser uma blusa de manga comprida simples, lisa, ou até mesmo estampada, mas se preocupe em escolher uma estampa que tenha em uma de suas cores, a cor escolhida para o vestido. Isso vai deixar o look harmonioso e super estiloso. Mas, a escolha da camisa não precisa ser focada só nas de malha, ainda mais no frio. Por que não uma blusa de tricot, ou até de lã, com gola alta para botar por baixo do slip dress? Tudo é possível com essa peça mega democrática!

 

Outra opção clássica para apostar no slip dress no inverno é com um blazer. E, repetindo a minha fala sobre a versatilidade do slip dress, ele pode ser usado com blazers de qualquer comprimento. Acredite, ele ficará harmonioso tanto com blazers mais curtos quanto com os mais longos. Como nesse inverno os cardigãs é que estão roubando a cena, eles podem também ser a alternativa perfeita para o look. Com esses visuais, você pode ir à diversos eventos, desde um jantar à noite, um coquetel, ou até para uma balada, dependendo da formalidade ou não do blazer.

Ainda nessa vibe de apostar em uma peça por cima do slip dress, não podemos esquecer das jaquetas. Como as jaquetas, seja de jeans, suede ou até de moletom, são mais descoladas, informais, normalmente esses looks ficam melhores para ocasiões durante o dia e que não peçam tanta elegância e sofisticação. Mas, se a sua intenção com a jaqueta é exatamente quebrar um pouco da delicadeza que o slip dress traz, principalmente na sua versão longa, você pensou perfeito! Para looks dias com o vestido longo, por exemplo, o melhor é realmente quebrar esse ar dele com uma jaqueta curta descolada por cima.

 

 

Já o vestido curto combina melhor com jaquetas mais compridas:

 

 

 

Agora uma alternativa menos usada, mas que tem começado a fazer sucesso no inverno de 2018 e apostar o slip dress com uma calça. Sim, com calça! Nesse caso, o slip dress atuaria como uma blusa longa no look e não como vestido. Até porque, quem é antenada em moda sabe que por um pequeno tempinho esse ano, tentaram popularizar a tendência do vestido, normalmente midi, com calça, mas não deu muito certo. Só que, com um slip dress curto, ele vira mais uma bata do que outra coisa. Por que não tentar? O resultado vai te surpreender!

 

 

 

E aí, gostaram das dicas?

Beijos,

www.lojastyleme.com.br


Deixe um comentário

Anos 80 e 90: a moda que nunca saiu de moda!

Olá, meninas!

Quem é antenada em moda sabe: tendências novas estão sempre aparecendo, mas tendências passadas também estão sempre voltando e se renovando. Por conta disso, praticamente todas as décadas são conhecidas por alguma moda que marcou a época, e elas voltam recorrentemente às ruas e passarelas com o passar dos anos.  A escolha da vez para o inverno de 2018 foram os anos 80 e 90. Décadas com estilos muito ecléticos e cheios de personalidade, a moda dessa época é marcada por muita cor, extravagância e confiança.

 

 

 

 

 

Uma característica bem forte dessas décadas eram as calças. Vários tipos de calças diferentes surgiram nessa época e muitas estão presentes na vida das mulheres até hoje. Uma delas é a calça clochard, aquele modelo que tem o quadril mais solto e vai apertando na perna. Outra calça bastante usada era a pantalona, ou flare. Essas calças mais longas e largas, super fluidas, dão um lindo movimento ao visual e apareciam tanto lisas como estampadas. Podem ser usadas nas mais diversas ocasiões para dar um super up ao look. Não podemos esquecer também das calças de cintura alta, peça obrigatória no guarda-roupa de toda garota da época, e das calças coloridas! Herança da época dos punks, as calças bem cheias de cor continuaram a ser moda na década de 80 e eram usadas com outras peças com ainda mais cor.

 

 

 

 

Como era uma época bem extravagante, as mulheres também abusavam bastante das várias camadas de roupa. Por conta disso, o blazer era uma peça bastante usada e que continua super atual. Nos anos 80, como as mulheres estavam conquistando seu lugar no mercado de trabalho, o blazer surgiu para, de certa forma, elas se igualarem aos homens. Mas a peça se popularizou e hoje faz parte de looks super informais e descolados. O blazer hoje pode ser usado até mesmo em looks de festa e elegantes para ajudar a se esquentar. Outra peça que tem essa mesma ideia de várias camadas é o colete. Nos anos 80, sobrepor o colete sobre uma camiseta ou até vestido era bastante comum, e continuou sendo assim durante a década seguinte também. Hoje eles voltaram às ruas, principalmente em alfaiataria, que dá ao look um ar mais formal e elegante.

 

 

Não podemos esquecer da moda grunge, típica dos anos 80 e 90, que teve influência das bandas de rock da época. O estilo, que também permanece até hoje, faz bastante uso de peças largas, com cores escuras e a clássica camisa xadrez amarrada na cintura. A estampa xadrez, inclusive, é outra tendência forte das décadas passadas. O xadrez era e ainda é encontrado em qualquer peça de roupa e pode ser facilmente combinado com outras roupas xadrez, ou peças lisas. Na época, uma das peças mais usadas era a mini saia xadrez. Era quase obrigatório o look da saia xadrez com meia calça, bota e camisa lisa para o inverno, e pode super ser usado ainda hoje.

 

E aí, vamos começar o momento nostalgia e apostar nessa tendência?


Deixe um comentário

Inverno 2018: Conheça as maiores tendências da temporada!

Olá, meninas!

A estação mais fria do ano chegou trazendo muita felicidade para umas e tristeza para outras. As que ficam tristes, não precisam ficar! Vamos te ajudar a descobrir as coisas boas que existem no inverno, e como fazer para você não passar frio e continuar muito estilosa! Para se proteger nessa estação, dá para brincar com várias peças em várias camadas de roupa, nos abrindo um leque de opções muito maior! Isso sem falar nas super tendências presentes nesse inverno de 2018, que prometem vir com tudo para aquecer nossos dias!

Uma forte opção para se esquentar nos dias mais frios é com os cardigãs. Eles são aqueles casaquinhos lindos, com comprimento mais longo, que dão um super up ao visual. Além deles, temos também as roupas em couro, o queridinho de todo inverno! E o couro, por si só, já ajuda a esquentar, já que é um tecido grosso. Mas ele também garante ao look um ar bem de inverno, sem falar na elegância que ele passa. Um outro tecido que lembra a usabilidade do couro, é o suede. Peças de suede são mais quentinhas e ainda são mega estilosas.

Uma das principais tendências desse inverno é trazer de volta o estilo dos anos 80 e 90. Para isso, você pode montar um look com roupas coloridas, em tons fortes e estampas para reviver aquela época super estilosa. Outra maneira de voltar alguns aninhos através das suas roupas, é através da febre da logomania. Para quem não conhece, essa é aquela tendência que usa várias peças que estampem como destaque o nome de uma marca famosa, como Coca-Cola, Louis Vitton, Supreme, entre outras. Outra opção também são as roupas mais larguinhas, como a calça clochard, que é mais larga no quadril e aperta na canela, as calças flare e a parka, aquelas jaquetas que parecem ter saído do armário dos nossos namorados.

mixx

Quem também está dando o que falar nesse inverno é a alfaiataria. Essas peças clássicas, super populares no ambiente office, vêm com força total através de blazers, camisas e calças sociais, saias lápis, e principalmente quando são com estampa xadrez. A estampa queridinha de todos os invernos claro que estaria presente em 2018 novamente, e estará em suas várias versões, sem exceções. Um tecido que também promete voltar nessa temporada junto com a alfaiataria é o tweed. O tecido que ficou conhecido pelo emblemático casaquinho da marca Chanel, aparece no inverno para esquentar os dias mais frios e não só com casacos, mas com vestidos e saias também, em modelagens mais modernas.

 

 

 

722b0c1c786537acd0bfb2959ad36ed0

Já que estamos falando de tecidos, não poderíamos deixar o veludo de fora. Ele ficou um tempo fora das passarelas, mas desde que voltou na temporada de 2016/2017, não saiu mais. O veludo se popularizou tanto, que hoje ele está completamente versátil, e pode aparecer em qualquer peça de roupa. Vestidos, blusas, casacos e até sapatos ou acessórios podem aparecer em veludo e eles podem ser usados com qualquer tipo de roupa, como jeans, malha, ou que você quiser. Outro material que devemos dar destaque é o vinil. Tendência que também vem dos anos 80 e 90, as peças em vinil são perfeitas para os looks da noite, e garantem um ar mais rock ‘n’ roll ao visual. Como ele já chama atenção por si só, o ideal é combiná-lo com peças mais simples, fluidas, e até tricôs, rendas ou transparências.

 

saia-midi-vinil-igual-da-thassia-naves-d_nq_np_775301-mlb20317865138_062015-f

Ainda nessa vibe futurista, temos também os metalizados, que são uma promessa ousada para essa estação, já que eles normalmente aparecem no verão. As peças metalizadas podem sim ser usadas no inverno, mesmo que sejam mais fresquinhas. Uma saia pode ser combinada com uma meia-calça, e um slip dress que pode ser colocado junto com um blazer, ou com blusa por baixo. Outra tendência que costumamos deixar de lado no inverno, mas que continuarão fazendo parte dos nossos dias nessa temporada em 2018, é o jeans. As peças denim vão aparecer sim, podendo ser calça, blusa, vestido, jaqueta, tudo, inclusive em looks completos por elas.

Não poderíamos também deixar de fora uma das tendências mais faladas nos últimos tempos: color blocking. Ela continua com tudo no inverno e em tons bem fortes, poderosos e coloridos. Esqueçam aquela ideia ultrapassada que inverno é sinônimo de preto, marrom e cinza! Dentre as cores mais populares, está o rosa pink, o vermelho e os tons terrosos. E, claro, não podíamos esquecer da estampa animal print! Os casacos de pele (falsos, por favor!!) vão ser ótimos aliados na hora de se esquentar, mas a popularidade é tanta que esse estampado pode aparecer também em outras peças, além de acessórios.

349f396c9f6e5c0cc711875b15d154bd

E aí, qual tendência você não vai deixar de usar no inverno?

Beijos,

www.lojastyleme.com.br


Deixe um comentário

O Segundo Sol: Se Inspira nos looks de cada personagem!

E aí, meninas!

Se tem uma coisa que une grande parte das brasileiras são as novelas, não concordam? Quando ela está no começo então, é o assunto mais falado por dias nos elevadores, almoços, encontros e até nas redes sociais. Sendo que, a influência dessas novelas é tão grande na vida de algumas pessoas, que muitos acabam a trazendo para a vida real, por meio de cortes de cabelo, cores de unha e até pelas roupas que as personagens usam. A novela que estreou mais recentemente e está dando o que falar nos looks escolhidos é a “Segundo Sol”, transmitida pela Rede Globo, às 21h. A história se passa na Bahia, e por isso as personagens são mulheres muitos fortes, femininas, arretadas e demonstram isso pelos seus modos de se vestirem.

A personagem principal, vivida pela atriz Giovanna Antonelli, já passou por duas diferentes fases na novela. A primeira, ela ainda era uma jovem simples, com uma baixa condição e que morava na beira de praia. Nessa etapa, seus looks eram bem básicos, sem muitos detalhes, mas com bastante decote e roupas que valorizassem o corpo da atriz. Assim como ela, outras personagens também caminham por esse estilo, com roupas frescas para aguentar o calor do Nordeste, e também enaltecendo a feminilidade. Entre elas, está a personagem Rosa, vivida pela atriz Letícia Colin, e que, já na nova fase da novela, vive uma garota de programa. Apesar do preconceito que há em torno das mulheres que seguem nesse trabalho, a personagem não utiliza roupas vulgares, mas sim peças que destaquem suas curvas.

Passados 18 anos entre a primeira e a segunda fase da novela, a maioria das personagens sofreram mudanças tanto no visual quanto no estilo. A mudança mais drástica foi justamente de Ariella, personagem da Giovanna Antonelli, que depois de fugir do país, volta com o nome de Luzia e com a aparência totalmente repaginada. Como ela se tornou uma DJ de grande sucesso fora do Brasil, ela reaparece com um look totalmente estiloso, moderno e jovial. A partir desse momento, ela troca suas roupas simples por peças diferentes, com mais detalhes e tendências super atuais. Uma das tendências mais utilizadas pela personagem é a da lingerie aparente. Em alta já há algumas estações, os sutiãs bralettes continuam fazendo sucesso e sendo o destaque de vários looks por aí. Nesse friozinho, a personagem Luzia aposta na lingerie aparente com um blazer ou com blusas transparentes de manga comprida por cima.

Outra tendência em alta em Segundo Sol é o street style. Tanto Luzia, quanto sua filha Manu, vivida por Luisa Arraes, são adeptas desse estilo, o que representa que, mesmo tendo passado tanto tempo separadas, elas ainda têm algum tipo de ligação. Nesse caso, as roupas mais larguinhas e confortáveis são grandes apostas, principalmente aquelas que parecem um pijama, mas na verdade podem fazer looks super estilosos. Outra personagem que tem se destacado pelos seus looks é Karola, vivida por Deborah Secco. Da primeira para a segunda fase, a personagem enriquece e apesar de continuar com peças sexys, com decotes e cortes que valorizasse suas curvas, passa a usar roupas mais sofisticadas.

Dentre as personagens da novela, qual tem o melhor estilo para você?

Beijos,

www.lojastyleme.com.br


Deixe um comentário

Como conciliar o look office com a balada?

Olá, meninas!

Todo mundo sabe que nós, mulheres, normalmente temos muitos problemas em relação a escolha de looks. Se a ocasião for para curtir a noite, e no inverno ainda, sabemos que a chance de ocorrer um estresse é grande. E se o evento for logo depois do trabalho, como conciliar o look de escritório com o look para sair? Pode parecer algo difícil, mas vocês verão que pode se tornar bem mais tranquilo. Esse desespero acaba acontecendo porque já é um hábito pensar em vestidos curtos, decotados, ou saias, bodys e sandálias de salto quando o assunto é balada. Então, como adaptá-los para o frio e para serem adequados ao ambiente office?

 

 

 

Para montar os visuais do trabalhotemos que seguir algumas regrinhas para ficarmos adequadas ao ambiente. Regrinhas essas que são o oposto do que normalmente se usa para as noites mais animadas da cidade. Porém, algumas roupas podem atuar como peças chaves para montarmos um meio termo, que sirva tanto para um local quanto para o outro. Por exemplo, saias midi são ótimas aliadas nesses momentos. Como elas têm um comprimento maior, o que é essencial para o look office, e ainda são supermodernas, elas podem formar um visual super estiloso para a night também.

No caso dos vestidos midi, por conta do comprimento, eles podem ser também uma opção. No entanto, no caso deles, devemos ter cuidado com os decotes, transparências, e alças muito fininhas, para não ficar vulgar para o trabalho. Para evitar essa situação, uma alternativa é fazer uso das sobreposições que estão super em alta nesse inverno. Por exemplo, colocar blusas de manga comprida por baixo de vestidos modelos slip dress, para não deixar o decote tão à mostra. Esse com certeza será um ótimo tipo de look tanto para trabalhar quanto para se divertir.

Com os macacões, a ideia é a mesma dos vestidos midi. Como alguns tem recortes, decotes na frente ou nas costas, esses seriam inadequados para o office, por mais que fossem perfeitos para a balada. Desse modo, uma ideia é apostar também em blazers e casacos para colocar por cima, e tapar as partes que os macacões deixam de fora. Nesses casos, o ideal é não tirar o blazer em momento algum enquanto estiver no trabalho, para não parecer vulgar no ambiente corporativo. Já na balada, a decisão é sua se o blazer continua ou não!

 

 

Os novos modelos de calça que são febre nos últimos tempos, também aparecem como opções para esses looks office e balada. Antigamente, não víamos mulheres usando calças em eventos à noite, informais e de lazer. Mas com o tempo, o estilo conservador das calças se perdeu e hoje temos algumas opções. Óbvio que, como você estará no trabalho antes, não dá para aloprar. Entretanto, têm algumas que podem ser usadas nas duas ocasiões como calça jogging e clochard. Em relação à calça tracker, ela tem um facilitador muito bom. Como alguns modelos possuem botões que te dão a opção de escolher o tamanho da sua fenda, você pode ir para o trabalho sem fenda nenhuma e na hora de ir para a night, colocar uma fenda ousada. Uma peça, mil opções!

 

 

Outra alternativa que vai servir para o ambiente office e o da balada, por incrível que pareça, é a sobreposição de bralettes. Você pode também usar a lingerie por baixo para ir ao trabalho, e depois basta colocar bralette ou sutiã de renda por cima da camisa social ou blusa . Essa tendência se popularizou tanto nas últimas temporadas da moda, que hoje ela pode ser usada de mil e uma maneiras. Um look desses vai ter a formalidade que ambiente office pede mas também a ousadia, a jovialidade e o estilo que a noitada pede! Blusas com alça fina também são aprovadas para os dois ambientes. Se ela for mais decotada, aposte em um blazer por cima na hora do trabalho, e depois para a balada, pode se soltar!

 

thumbnail_40-formas-de-usar-sobreposicoes-1072037_origin

 

 

E aí, pronta para aproveitar o melhor que o dia pode ofertar?

Beijos

www.lojastyleme.com.br


Deixe um comentário

Dia dos Namorados: como se vestir para cada encontro

Para os brasileiros, um dos dias mais românticos do ano é o dia 12 de junho, Dia dos Namorados, e que já se aproxima! Apesar de ser uma tradição no país, nós somos os únicos a comemorar nesse dia, já que o resto do mundo tem como data o dia 14 de fevereiro, dia de São Valentim. Para eles, a origem vem de um padre, chamado Valentim, que desobedeceu às ordens do imperador Claudio II de que seria proibido realizar casamentos entre jovens. O padre não acatou a ordem e continuou realizando casórios às escondidas, mas quando foi descoberto, foi levado para a masmorra. No período em que ficou preso, ele apaixonou-se pela filha de um carcereiro, e no dia de sua sentença, escreveu uma carta escrito “do seu Valentim”, hoje uma frase clássica para quem celebra esse dia. No Brasil, temos uma origem diferente, mas também ligado à religião. No dia 13 de junho é o dia do Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro. Por conta disso, a sua véspera virou conhecida como o Dia dos Namorados.

 

 

 

Porém, mesmo nós sendo os diferentões, essa é a 3ª data comemorativa com as vendas mais altas no mercado brasileiro, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. E isso não acontece somente por conta dos presentes que os casais trocam, não! Normalmente, os namorados e namoradas gostam também de comprar roupas, perfumes, lingeries, acessórios, tudo novo para passar esse dia tão especial impressionando o parceiro ou parceira. Mas então, como se vestir nessa data? Devemos levar em consideração que cada casal tem o seu estilo e tem o seu encontro romântico perfeito, por isso escolhemos alguns tipos de casais para você ver em qual se encaixa melhor, e aí conferir as dicas especiais para cada um:

Casal romântico

Esse é aquele casal completamente apaixonado e muito meloso! Aqueles que estão sempre grudadinhos e mesmo quando estão com outras pessoas, não se soltam nem por um segundo. Às vezes até acham que saíram de um filme de princesas e príncipes da Disney e por isso fazem jus aos seus looks. Nesses casos, para os encontros não pode faltar uma luz de velas e vestidos ou saias rodadas. Com cores sempre clássicas e claras, são bastante adeptos de estampas pequenas, principalmente quando é florido.

 

 

 

Casal “paz e amor”

Sabe aquele casal super de bem com a vida, que não sofre por ciúmes e às vezes até permite um relacionamento aberto? Então, esse é o “paz e amor”! Como esses vivem sem estresse, normalmente seus passeios favoritos são em lugares que possam entrar em contato com a natureza e relaxar. Portanto, nada melhor que roupas larguinhas, fluidas, bem anos 70 e 80, como batas, vestidos oversized e calças pantalonas.

 

 

 

Casal da zoação

“Vivendo a vida adoidado”. Essa é a frase que representa os casais zoação. Esses estão sempre se divertindo e gostam de bastante aventura. São aqueles que saem para a noitada, se divertem muito e no dia seguinte já estão prontos para outra. Portanto, pode apostar naquela roupa para curtir bastante a noite, com muito brilho, paetê, recortes, decotes, tudo que tiver direito!

 

 

 

 

Casal fino

Um casal “chique na última”, que tem como o encontro perfeito um jantar no restaurante mais caro da cidade, tomando vinho, ao som de música clássica. Esse é o casal fino que, além de educados, são muito discretos e elegantes. Por isso, pode separar um vestido longo, ou outras peças neutras e clássicas para esse dia especial.  Ah, e por favor, nunca se esqueça do salto!

 

 

 

E aí, gostaram das dicas? Qual tipo de relacionamento você se identificou?

Bjos